Uncategorized

Cubatão protesta, mas vandalismo prejudica dia histórico

13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (75)
Ônibus foi destruído e incendiado na Avenida Nove de Abril

 

O dia 18 de junho de 2013 já está marcado na história de Cubatão. A onda de protestos por tudo, “não apenas por 20 centavos”, que se espalha pelo País, chegou ao Município. Dois atos foram realizados no final da tarde, reunindo centenas de pessoas. Uma bela página de nossa democracia, infelizmente prejudicada por atos isolados de vandalismo, que trouxeram o caos à região central.

Por volta das 17 horas, dezenas de pessoas, sobretudo estudantes, se reuniram no Paço Municipal para fazerem um ato contra tudo o que está errado, passando por críticas à saúde, educação, gastos públicos com a Copa do Mundo e corrupção. Pacificamente, o grupo seguiu pela Avenida Nove de Abril e rumou para o Trevo de Cubatão, onde bloquearam o tráfego nas rodovias Cônego Domênico Rangoni e Anchieta por cerca de uma hora.

Em seguida, o grupo, com mais de 500 pessoas, caminhou novamente para a avenida principal da Cidade, onde encerraram o ato.

Também no final da tarde, um outro grupo se concentrou atrás do Paço Municipal. O objetivo desse movimento, dentre o qual fazia parte a prefeita Marcia Rosa, era diferente: clamar pela paz em Cubatão.

Vestidos de branco, os integrantes caminharam pela Rua Pedro de Toledo e seguiram rumo à Praça Princesa Isabel, onde deram um abraço simbólico no logradouro público, um dos símbolos da Cidade.

Vandalismo

Depois dos atos pacíficos e democráticos, infelizmente a violência marcou presença. Um pequeno grupo, alheio aos movimentos, promoveu atos de vandalismo no Centro logo após os protestos. Lixeiras foram queimadas na Rua Manoel Jorge e vidros foram quebrados nos prédios da Prefeitura e Câmara. O Bloco Cultural foi pichado e equipamentos de sinalização foram jogados no chão.

Os vândalos entraram em conflito com policiais da Tropa de Choque, chamada para a ocorrência. Jornalistas e fotógrafos que cobriam o incidente foram atingidos com pedras e ovos.

O grupo de criminosos seguiu para a Avenida Nove de Abril, onde promoveu caos e destruição. Lixeiras foram incendiadas. Uma joalheria próxima à antiga entrada do parque Anilinas foi saqueada e destruída.

Completando o itinerário de terror, os vândalos cercaram um ônibus municipal, retiraram seus integrantes e atearam fogo ao veículo. As chamas acabaram atingindo a rede elétrica da região, que acabou prejudicada.

A Prefeitura de Cubatão lamentou o incidente. “A Prefeitura de Cubatão considera válidas as manifestações pacíficas e próprias da democracia. No entanto, lamenta qualquer excesso ou prática violenta que não combinam com as reivindicações legítimas da população. E repudia a infiltração de pessoas que se aproveitam para praticar atos de vandalismo contra órgãos públicos e propriedades particulares. O povo deve repudiar este tipo de atitude para que as manifestações não sejam desvirtuadas de seu propósito”.

O órgão também informou que o transporte público, principal item gerador do movimento nacional, foi prejudicado. “(…) não será possível manter o serviço normal de transporte público coletivo no Município durante esta quarta-feira (19). O motivo é que além do ônibus que foi queimado na Avenida Nove de Abril, outros 23 veículos da frota que realiza o transporte de passageiros no Município foram danificados. Na grande maioria, os veículos tiveram janelas e para-brisas danificados, segundo a concessionária. A Empresa informou que praticamente todos as linhas serão prejudicadas e que o serviço estará normalizado conforme os reparos nos ônibus forem concluídos”.

Diversos jovens que participaram dos protestos também lamentaram os incidentes, enfatizando o caráter pacífico do movimento.

______________________________________________________________________________________________

Veja abaixo imagens minhas e vídeo exclusivo com a situação no Centro de Cubatão após os protestos.

13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (7) 13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (77) 13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (71) 13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (65) 13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (54) 13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (53) 13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (44) 13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (29) 13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (24) 13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (21) 13-06-18 - Vandalismo Centro Cubatão - AN (18)

Posts

Este é o Teatro Municipal

Todos já sabem que o programa Custe o Que Custar (CQC) irá denunciar o escândalo envolvendo o Teatro Municipal de Cubatão.

Mas o que ainda pouca gente viu é o atual estado do prédio. Em primeira mão, mostro imagens do interior do Teatro Municipal, em fotos exclusivas feitas por mim, ao mesmo tempo em que um inspetor da Petrobras vistoriava o local. A cobertura completa poderá ser vista na edição desta sexta-feira do Jornal da Cidade.

Há apenas um segurança cuidando do local, mas esta simpática cadelinha dá uma patinha, quer dizer, uma mãozinha.
Há apenas um segurança cuidando do local, mas esta simpática cadelinha dá uma patinha, quer dizer, uma mãozinha.
No saguão de entrada, o flagra. Um pedaço da cobertura do teto foi arrancado à mão, e a fiação elétrica cortada.
No saguão de entrada, o flagra. Um pedaço da cobertura do teto foi arrancado à mão, e a fiação elétrica cortada.
Detalhe da cobertura do teto arrancada.
Detalhe da cobertura do teto arrancada.
Quadro de avisos com mensagem provavelmente escrita por um dos invasores.
Quadro de avisos com mensagem provavelmente escrita por um dos invasores.
A geladeira é o único item que sobrou no refeitório, que foi saqueado.
A geladeira é o único item que sobrou no refeitório, que foi saqueado.
Na única sala que havia sido entregue, cadeiras quebradas e sujeira predominam entre o breu.
Na única sala que havia sido entregue, cadeiras quebradas e sujeira predominam entre o breu.
Outra parte do telhado, que ameaça cair.
Outra parte do telhado, que ameaça cair.
Fiação arrancada da parede. O prejuízo total pode chegar à R$ 100 mil.
Fiação arrancada da parede. O prejuízo total pode chegar à R$ 100 mil.
Atrás dos tapumes, a imagem do abandono.
Atrás dos tapumes, a imagem do abandono.
Mais um trecho do telhado completamente destruído.
Mais um trecho do telhado completamente destruído.
E pensar que tem dinheiro público neste local...
E pensar que tem dinheiro público neste local...
Posts

Teatro Municipal é depredado

A longa novela envolvendo o Teatro Municipal de Cubatão ganhou mais um triste capítulo neste final de semana.

Segundo informou pela internet o dirigente da ONG Tudo pela Cultura (Tupec), Edson Carlos Bril, o Bombril, vândalos invadiram e depredaram o prédio. Segundo o relato de Bombril, o teto de gesso foi parcialmente arrancado, “luminárias e fiações elétricas [foram] arrancadas do chão, banheiro, privadas, pias e toda cantina” foram destruídas.

Bombril calcula um prejuízo de mais de R$ 40 mil, pois será preciso fazer uma nova reforma na única sala que havia sido concluída – inaugurada há pouco mais de um ano.

Publico abaixo o relato publicado na madrugada desta segunda por Bombril na comunidade de Cubatão do site de relacionamentos Orkut (o texto não foi editado). Ele faz um desabafo sobre as críticas a sua atuação no comando da administração do teatro e insinua sofrer pressões e ameaças:

Novamente, pode surgir aqui a bandeira, da demolição do Teatro ou das prisões aos corruptos, começando comigo, afinal não tenho bem nenhum no meu nome, pago aluguel, não tenho um centavo do Teatro na minha conta e tbm não tenho como pagar advogado, assim alguém poderia ser preso fracilmente e sanar a gana de sangue ou de caça as bruxas que alguns destilam aqui, mas lamento informar que mesmo com a minha prisão, (afinal querer tomar a iniciativa para que Cubatão termine o Teatro me faz um ser de altissimo nivel de periculosidade, individuo despreparado para viver em sociedade) o prédio continuará sendo deteriorado. Poderia ter formatado algum projeto cultural que me financiasse um site pra defender minorias e seria menos fiscalizado, talvez algum hacker me perseguiria, mas logo pousaria de vitima. Não querer comprar determinadas pessoas me fez ser o vilão, ladrão e outros adjetivos. Tbm não sou vitima, responderei pelos meus atos conforme designa a lei. Não me vendi, e esse é o meu castigo. Ironicamente ! Mas, que meus algozes (ou interventores) sejam aqueles pelos quais a Lei ou o Povo delegam ! Falei com a Márcia Rosa hoje mesmo e pasmem ela me atendeu ! Não porque eu tenha votado nela ou porque somos amigos, porque algumas pessoas ainda me respeitam e ela é uma delas ! O curioso dessa “invasão” foram a tentativa de arrancar a placa de inauguração e a pixação “Amigos dos Amigos – ADA” e “Oposição radical”. Seria comico se não fosse trágico …
Um prejuizo estimado entre 40 a 50 mil !!!!
Bem, não darei mais nenhuma palavra (…) até que o MP e a Prefeitura decidam o que será feito com o prédio do teatro ! Agradeço á todos, peço á Deus que nos proteja e que Nossa Sra. Aparecida cubra com seu manto protegendo a saúde de minha esposa e de meu filho e estendo as preces a todos vcs !

Leia também:
Bandidos furtam objetos do Teatro Municipal
Putz Grill!