Posts

Você já foi à Câmara?

Plenário da Câmara: pouco comparecimento popular. (Foto: Allan Nóbrega)

A pergunta é simples, mas a resposta é surpreendente. Publico abaixo matéria que fiz para o Jornal Cidade (edição 216 – 15/10/2009), onde um levantamento aponta que a maioria absoluta dos entrevistados (74%) jamais tinha ido à sede do Poder Legislativo.

_____________________________________________________________

A Casa do Povo está esquecida

Levantamento mostra que acompanhar sessões da Câmara é um hábito para poucos

ALLAN NÓBREGA / Colaboração: BEATRYZ DE MIRANDA

A Câmara é a casa do povo. Esta frase é muito dita pelos vereadores durante seus discursos nas sessões do Legislativo. Mas, de acordo com levantamento realizado pelo CIDADE nas ruas de Cubatão, o hábito de assistir às sessões ordinárias não é muito difundido entre a população.

Nossa reportagem abordou 50 pessoas aleatoriamente na Avenida Nove de Abril, na última quarta-feira (14) e fez três perguntas. Pedimos para o entrevistado lembrar o nome de cinco vereadores que atualmente estão na Câmara. Em seguida, questionamos se a pessoa lembrava em quem havia votado para vereador na última eleição. Por fim, perguntamos se o inquirido havia, alguma vez, ido ao Legislativo acompanhar uma sessão da Casa de Leis.

Dos 50 entrevistados, 40 disseram lembrar em quem votaram na última eleição, o que perfaz um total de 80% das pessoas, um alto índice. Já quando perguntados se haviam alguma vez assistido a uma sessão legislativa, nada menos que 37 pessoas disseram que não, o que significa 74% do total.

Quando incentivados a lembrar o nome de cinco vereadores que atualmente estão na Câmara, as respostas foram surpreendentes. Muitos foram lembrados por diversas vezes, como os casos de Geraldo Guedes (PR) – mais lembrado pelos entrevistados, juntamente com Bigode (PP) – Dinho (PT), Alemão (PSB – Presidente da Casa) e Tucla (PDT).

Nessa hora, muitos se confundiram, declarando candidatos que não ganharam, como o de Professor Wellinghton (PT), Jô Maluf (PDT) e Ferrugem (PTB). Outros até citaram quem nem sequer disputou o cargo, casos de Luizinho (PSC), Regina Motoqueira (PTB) e até o nome da Prefeita Marcia Rosa (PT) foi citado como o de um dos atuais ocupantes do plenário.

Não lembram – Alguns dos entrevistados mal conseguiram lembrar de cinco nomes, mesmo que sem a obrigatoriedade de serem corretos. Três pessoas não conseguiram dizer um nome sequer. Outros emendaram frases como “são todos ladrões mesmo” ou “não me preocupo com isso”. Uma das participantes do levantamento, ao ser questionada se lembrava em quem havia votado chegou a confessar que, na hora do voto, pegou o primeiro papel de propaganda eleitoral que viu no chão e votou no candidato. Outro, lembrou de apenas um candidato: “O Cara do Bolsão”. Dois entrevistados “criaram” candidatos, casos de “Dota” e “Tuta”. Obviamente, tratam-se de Doda e Tucla, mas consideramos independentes a fim de mostrar um quadro real do que o eleitorado se lembra.

O levantamento realizado pelo CIDADE não tem valor de amostragem científica, sendo apenas uma consulta informal a fim de verificar a consciência eleitoral da população cubatense. Todos os participantes confirmaram que possuem domicílio eleitoral no município e que votaram nas eleições de 2008.

Alemão diz que vai ampliar canal com a população

O Presidente da Câmara de Cubatão, vereador José Roberto Azzoline Soares, o Alemão (PSB), ficou impressionado com os resultados do levantamento realizado pelo CIDADE. Os dados o fizeram determinar uma revisão do programa “A Casa é Sua”, em que escolas agendam passeios à sede da Casa de Leis para conhecer o funcionamento do Poder Legislativo.

De acordo com Alemão, a ideia é que a partir do próximo ano, outros segmentos da sociedade, como paróquias, associações de bairro e entidades possam conhecer a Câmara e assim serem compelidos a participar mais das decisões dos parlamentares. “A participação popular é fundamental para o trabalho do vereador. O resultado desse levantamento mostra que nós temos ainda muito o que fazer para trazer o povo às nossas sessões”.

O presidente reconhece que as fontes de informação são de difícil acesso à maioria das pessoas. “Nem todos possuem internet em casa, o que impede que visitem a página eletrônica da Câmara de Cubatão. Estamos terminando o processo licitatório que irá contratar a responsável pelas transmissões da TV Legislativa, mas mesmo assim só poderá assisti-la quem tem televisão a cabo”.

As sessões da Câmara de Cubatão acontecem todas as terças-feiras, a partir das 16 horas. O Poder Legislativo fica à Praça dos Emancipadores, s/nº, no Paço Municipal.

Acompanhe nas tabelas a seguir os resultados:

NOMES CITADOS PELOS ENTREVISTADOS
Geraldo Guedes 32
Bigode 32
Dinho 29
Alemão 25
Tucla 22
Billa 19
Donizete 15
Doda 8
Nêga Pieruzi 6
Wellinghton 6
Paulo Tito 4
Jô  Maluf 4
Luizinho 3
Dédinho 2
Ferrugem 2
“O Cara do Bolsão” 1
Deodoro 1
Dota 1
Fábio Inácio 1
Regina Motoqueira 1
Marcia Rosa 1
Mineiro 1
Tião 1
Tuta 1
Você  se lembra em quem votou na última eleição?
SIM 40
NÃO 10
Você  já foi a uma sessão da Câmara de Cubatão?
SIM 13
NÃO 37
Anúncios
Posts

Mais uma da Câmara…

No anedotário que virou a Câmara de Cubatão, mais uma página foi escrita nesta terça-feira. Um famoso e simpático personagem da TV virou mais um dos frequentadores da Sala Dona Helena Meleti Cunha.

Foto: Allan NóbregaEle chegou de mansinho, bem discreto e em dose tripla, a tiracolo dos vereadores Geraldo Guedes, Bigode e Doda – o famoso trio de oposição à prefeita Marcia Rosa. O foco principal era a camisa amarela que os nobres edis ostentavam, pedindo a incorporação do abono salarial para os servidores municipais. Sem querer querendo, o garoto que importuna diariamente o Seu Madruga na tela do SBT virou o centro das atenções do Legislativo.

Após as mais de três horas de sessão, uma pergunta ecoava no plenário: qual o motivo da presença de bonecos do Chaves nas mesas dos vereadores? Qual o protesto que eles estavam fazendo? A resposta não foi dada. Pelo contrário.

S5032856

Quem a encontrar poderá ganhar dinheiro. Acredite se quiser, Geraldo Guedes prometeu um prêmio de R$ 1 mil para quem adivinhar o significado dos bonecos em plenário. Isso! Isso! Isso!

A resposta só será dada pelo Trio Parada Dura em dezembro. Até lá, façam suas apostas. Sinceramente, torço para que ninguém acerte. Geraldo prometeu que caso isso ocorra, o dinheiro será doado a uma instituição de caridade de Cubatão.

Enquanto isso, a Câmara aprovou, entre outras coisas, a realização do Passeio Canino de Cubatão ou, como sugeriu o autor do projeto, Tucla, a Cubacão.

Por essas e outras, digo sempre que o trabalho mais difícil do Brasil atualmente é o de humorista. Afinal, os políticos estão fazendo uma concorrência daquelas…

Posts

Virou bagunça!

Plenário vazio. Virou rotina na Câmara. (Foto: Allan Nóbrega - arquivo)

Hoje, pela segunda vez, a sessão da Câmara de Cubatão acabou antes do esperado.

Na semana passada, os trabalhos sequer começaram. A falta de dois integrantes do bloco de situação – o que na visão do líder da Prefeita, Adeildo Heliodoro (Dinho), poderia atrapalhar a aprovação de projetos de interesse do Executivo – provocou um acordo dentro do bloco do PT, que obstruiu a sessão legislativa.

Esta semana, nem sequer sabe-se o motivo, mas outro acordo, só que dessa vez entre todos os parlamentares, cancelou a primeira parte dos trabalhos (onde os vereadores apresentam seus requerimentos e indicações) e a sessão foi direto para a ordem do dia. Tempo total de trabalhos: 55 minutos.

Neste pouco tempo, foram aprovados o convênio da PMC com a OAB Cubatão para assistência judicial gratuita e uma cessão de próprio municipal à Associação Cubatense de Defesa dos Direitos das Pessoas Deficientes. Além disso, a prefeita enviou seu quarto veto a projetos da Câmara, desta vez um do presidente da Casa, Alemão, que criava estacionamentos de bicicletas em locais públicos.

Segundo a justificativa, a Prefeita entende que essa iniciativa só pode partir do Executivo, pois gera gastos à municipalidade. Ela prometeu que irá enviar projeto semelhante ao Legislativo, para que este seja aprovado.

Geraldo (à direita) "presenteia" Alemão. Foto: Allan NóbregaO vereador Geraldo Guedes, sempre ele, não se fez de vencido e fez mais um de seus “sutis” manifestos à atual administração petista. Entregou a Alemão uma camisa da equipe de ciclismo da Prefeitura, em “homenagem” a seu projeto ter sido vetado pela Prefeita.

Enquanto todos vão para casa mais cedo, a população mais uma vez é feita de boba, perdendo tempo para chegar ao plenário e tendo que ir embora antes sequer de esquentar as nádegas na cadeira. Parece que nossos nobres edis descobriram essa artimanha e toda semana irão nos brindar com novas desculp…, ops, justificativas para interromperem os trabalhos e retornarem a seus merecidos descansos. Afinal, não há problemas na Cidade mesmo…

Ah, lembram do caso Bigode? O pedido de investigação por parte da bancada do PT foi retirado, pois o Ministério Público entrou na parada e pediu explicações ao Legislativo.

Francisco Leite da Silva não está preocupado com isso. Pelo contrário, comemorou no último final de semana seu aniversário, em uma festa para 800 pessoas na Cota 200, que contou com a presença do vice-prefeito de São Bernardo do Campo, o Cãozinho dos Teclados Frank Aguiar!

Como fala uma das canções do segundo titular do Executivo do município do ABC, “lavou, tá novo”!

Posts

Flagras legislativos

Após um mês de recesso, nossos nobres edis voltaram ao plenário nesta terça-feira. Sete itens foram aprovados em primeira e segunda discussão.

Além dos discursos de praxe (e as insinuações e desavenças entre situação e oposição), merece destaque a falta de transmissão ao vivo da sessão, via TV e internet.

Após constatar problemas na documentação da única empresa que havia se candidatado na licitação, a mesa-diretora da Câmara viu-se obrigada a reiniciar o processo, o que pode deixar os munícipes até dois meses sem transmissão dos trabalhos.

Mas, sinceramente, quem não foi ao plenário acompanhar a sessão perdeu… Nada.

Fotos: Allan Nóbrega

Foto: Allan Nóbrega

Foto: Allan Nóbrega

Foto: Allan Nóbrega

Posts

Geraldo x Dinho – parte 2

Semana passada, falei da crescente rivalidade entre os vereadores Geraldo Guedes (PR) e Dinho (PT). Foi um dos posts mais polêmicos deste blog, com repercussões até dentro do Bloco Executivo do Paço Municipal. Ontem, tivemos mais um capítulo desta saga.

Geraldo mais uma vez acusou a atual administração de perseguir funcionários que procuram os vereadores do bloco de oposição, além de denunciar que a empresa vencedora da licitação para a entrega de kits escolares não irá cumprir o contrato, alegando falta de estrutura.

Foi o bastante para outra troca de ásperas palavras, que o nobre leitor não precisa ouvir novamente. Mas, ao final, os dois garantem: são só discordâncias políticas, nada mais!

Abaixo está a prova do que eles falam (ou não?):

Geraldo e Dinho: no plenário, disputa. Fora, respeito. (foto: Allan Nóbrega)
Geraldo e Dinho: no plenário, disputa. Fora, respeito. (foto: Allan Nóbrega)
Posts

Radar Legislativo – agora com site

Logo

O Programa Radar Legislativo, apresentado todo sábado, ao meio-dia na Rádio Cacique pela jornalista Lissandra Martinho e por mim, agora tem uma página na internet.

No site é possível, por exemplo, ouvir os programas na íntegra, saber informações sobre o programa e como anunciar. Fica aqui o convite e, desde já, obrigado pela audiência!

Posts

Reflexões legislativas

Por força dos meus afazeres profissionais, tenho acompanhado as câmaras de toda a Baixada Santista. Até há poucas semanas, achava que a cidade que tinha o legislativo mais confuso da região era Guarujá, onde os vereadores saem até no tapa.

Sinceramente, desde as últimas três sessões em Cubatão, já não duvido que nossa cidade tome o lugar da ilha santamarense neste triste ranking. Um show de declarações impensadas, trocas de acusações, discursos prontos e até viradas de mesa. Tudo isso em apenas 20 dias.

Para começar, a presença de uma claque de determinadas pessoas que, se precisarem, aplaudem até o espirro de um nobre edil. Sem falar que o ramo de comunicação visual da Cidade deve estar faturando muito, pois toda semana é batata: um mar de faixas lota o plenário, parabenizando, criticando e agradecendo a Deus e o mundo.

Saindo das galerias, vamos ao plenário. É vereador do partido A brigando com o vereador do partido B. É parlamentar do partido C discordando do outro edil do partido C. Temos representantes do povo que mudam de discurso como mudam de gravata e há quem até hoje não apresentou um requerimento sequer.

Isso sem falar nos filósofos que criam frases de pensadores franceses, torcedores fanáticos que declaram seu amor pelo time no meio da sessão, foliões comemorando o carnaval, barbeadores e até cusparadas lançadas ao plenário… Que beleza!

Enquanto isso, a produtividade é mínima. Para efeito de comparação, em média, a ordem do dia da Câmara de Santos tem nove projetos em pauta. No Guarujá, são 15 itens. Em Cubatão, apenas quatro.

Antes que o nobre leitor pense que tudo está perdido, vamos ao lado positivo. Transparência é o que não falta em Cubatão. Temos transmissão ao vivo pela TV, via internet e uma assessoria de imprensa competente. As galerias do nosso Legislativo estão sempre lotadas. E os vereadores são de fácil acesso.

Ou seja, nem tudo está perdido. Há dezenas de problemas, mas não suficientes para que percamos as esperanças. O jeito de melhorar a situação? Cobrando. Acompanhe as sessões, cobre uma postura do seu vereador sobre os problemas e questões da Cidade. É com o desenvolvimento de um senso crítico e de coletividade que uma sociedade prospera.

Vivamos, então, a democracia!