Facos: 60 anos

Antiga sede da Facos, na Pompeia/Santos

Antiga sede da Facos, na Pompeia/Santos

Um dos mais antigos cursos de Jornalismo do Brasil completou 60 anos em 2014: a faculdade de comunicação da UniSantos, a Universidade Católica de Santos. A antiga Faculdade de Comunicação de Santos (Facos) hoje é o Centro de Ciências da Comunicação e Artes, e já não funciona mais na sua tradicional sede da Rua Euclides da Cunha, no bairro da Pompeia. O terreno foi vendido pela universidade para um empreendimento residencial de luxo. Junto com o prédio demolido, sumiu grande parte da memória da comunicação regional, berço de jornalistas consagrados em todo o País.

Para celebrar os 60 anos do curso, a UniSantos tem convidado profissionais formados pela Facos a darem depoimentos sobre o curso. Fui um dos que participaram do projeto, que pode ser conferido aqui.

Leia abaixo meu depoimento sobre os bons tempos na Rua Euclides da Cunha, 264.
__________________________________________________________

Para os mais novos e para fins burocráticos, Centro de Ciências da Comunicação e Artes.

Mas para todos nós que nos formamos no saudoso prédio da Euclides da Cunha, sempre será a querida Facos.

Entrar naquele prédio em 2004, pela primeira vez, foi saber que meu sonho começava a se tornar realidade. Foram quatro anos de aprendizado, experiências, amizades e muito, mas muito orgulho de poder dizer de forma oficial: sou um jornalista formado.

Como esquecer a velha TV de 14 polegadas no pátio, disputada a tapas nos intervalos. Ou as impressoras matriciais e a inconfundível sinfonia quando trabalhavam freneticamente durante os fechamentos de AGÊNCIA FACOS, MURAL e ENTREVISTA. Aliás, tardes fantásticas, onde conhecemos a saudável loucura de uma redação (e onde adquiri o vício pelo café, o melhor amigo de um jornalista).

Ah, a querida biblioteca da Facos, com seus jornais e exemplares históricos, cuidados com todo carinho pelo inolvidável Marcílio!

Agradeço de coração ao empenho dos professores nessa incrível jornada. Mestres como Dirceu – rei dos churrascos e responsável por despertar o faro pela notícia com as cinco “pautinhas” semanais -, Ivani, Marcelo Di Renzo, Tecris, Paulo Börnsen, Ouhydes, grande Cláudio Lemos com suas folhas amareladas de diagramação… E o mito, a lenda: JB, meu orientador de TCC, junto com seu companheiro inseparável, o Duende Verde!

Que venham mais 60 anos de inovação, cultura, conhecimento e ensino. Se hoje faço da escrita e da comunicação o meu ofício, devo isso ao que vivi na inesquecível Rua Euclides da Cunha, 264.

Viva o jornalismo! Viva a Facos!

Allan Nóbrega – turma 2004/2007

Formandos da turma 2004/2007

Formandos da turma 2004/2007 (arquivo/nov-2007)

Formandas da turma 2004/2007

Formandas da turma 2004/2007 (arquivo/nov-2007)

 

Anúncios

One Response to Facos: 60 anos

  1. sandra disse:

    Triste saber que o prédio da Facos não existe mais. Estudei jornalismo na FACOS de 1885 a 1888. Hoje moro no interior e como vou a Santos em abril iria passar na Euclides da Cunha para matar saudades dos bons tempos de “Facul”. Uma pena!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: