Facos: 60 anos

26/12/2014
Antiga sede da Facos, na Pompeia/Santos

Antiga sede da Facos, na Pompeia/Santos

Um dos mais antigos cursos de Jornalismo do Brasil completou 60 anos em 2014: a faculdade de comunicação da UniSantos, a Universidade Católica de Santos. A antiga Faculdade de Comunicação de Santos (Facos) hoje é o Centro de Ciências da Comunicação e Artes, e já não funciona mais na sua tradicional sede da Rua Euclides da Cunha, no bairro da Pompeia. O terreno foi vendido pela universidade para um empreendimento residencial de luxo. Junto com o prédio demolido, sumiu grande parte da memória da comunicação regional, berço de jornalistas consagrados em todo o País.

Para celebrar os 60 anos do curso, a UniSantos tem convidado profissionais formados pela Facos a darem depoimentos sobre o curso. Fui um dos que participaram do projeto, que pode ser conferido aqui.

Leia abaixo meu depoimento sobre os bons tempos na Rua Euclides da Cunha, 264.
__________________________________________________________

Para os mais novos e para fins burocráticos, Centro de Ciências da Comunicação e Artes.

Mas para todos nós que nos formamos no saudoso prédio da Euclides da Cunha, sempre será a querida Facos.

Entrar naquele prédio em 2004, pela primeira vez, foi saber que meu sonho começava a se tornar realidade. Foram quatro anos de aprendizado, experiências, amizades e muito, mas muito orgulho de poder dizer de forma oficial: sou um jornalista formado.

Como esquecer a velha TV de 14 polegadas no pátio, disputada a tapas nos intervalos. Ou as impressoras matriciais e a inconfundível sinfonia quando trabalhavam freneticamente durante os fechamentos de AGÊNCIA FACOS, MURAL e ENTREVISTA. Aliás, tardes fantásticas, onde conhecemos a saudável loucura de uma redação (e onde adquiri o vício pelo café, o melhor amigo de um jornalista).

Ah, a querida biblioteca da Facos, com seus jornais e exemplares históricos, cuidados com todo carinho pelo inolvidável Marcílio!

Agradeço de coração ao empenho dos professores nessa incrível jornada. Mestres como Dirceu – rei dos churrascos e responsável por despertar o faro pela notícia com as cinco “pautinhas” semanais -, Ivani, Marcelo Di Renzo, Tecris, Paulo Börnsen, Ouhydes, grande Cláudio Lemos com suas folhas amareladas de diagramação… E o mito, a lenda: JB, meu orientador de TCC, junto com seu companheiro inseparável, o Duende Verde!

Que venham mais 60 anos de inovação, cultura, conhecimento e ensino. Se hoje faço da escrita e da comunicação o meu ofício, devo isso ao que vivi na inesquecível Rua Euclides da Cunha, 264.

Viva o jornalismo! Viva a Facos!

Allan Nóbrega – turma 2004/2007

Formandos da turma 2004/2007

Formandos da turma 2004/2007 (arquivo/nov-2007)

Formandas da turma 2004/2007

Formandas da turma 2004/2007 (arquivo/nov-2007)

 

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: