Mancha no rio Cubatão

Repasso e-mail que recebi do morador de Cubatão Moésio Rebouças, com um flagra que infelizmente ainda é bastante comum. Por maior (ou menor) que seja a fiscalização, o principal rio da Cidade ainda sofre com a poluição.

____________________________________________________________

Estava eu passando pela ponte do Rio Cubatão neste domingo (13), por volta das 16 horas, quando deparei com um derramamento de óleo no rio, nas proximidades do Hospital Ana Costa. A mancha cobria um perímetro de mais de cem metros (foto em anexo).

De onde vazou este óleo, das indústrias ou dos terminais de contêineres que estão instalados na margem do rio, de alguma embarcação? Vai saber…

ATUALIZAÇÃO:

A Prefeitura de Cubatão divulgou nota sobre o assunto nesta quarta-feira (16):

A denúncia anônima de uma grande mancha de óleo percebida no sábado, 12, no Rio Cubatão — acompanhada de forte odor de combustível —, mobilizou a Comissão Municipal de Defesa Civil (Comdec), Cetesb e Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), desde aquele dia, com a constatação na terça-feira, 15, de que o produto (óleo diesel) se originava dos tanques de armazenamento do Auto Posto Viaduto, na Avenida 9 de Abril, 1068, Vila Elizabeth.
Como medida preventiva, foi providenciada a medição de atmosfera explosiva em todos os poços de visita do sistema de drenagem (localizados na Rua Epitácio Pessoa e toda a extensão da Rua Marechal Deodoro), sem que fosse detectada a formação de gases que pudessem colocar em risco a população residente na área.
As primeiras providências foram a colocação de barreiras absorventes no desaguadouro de águas pluviais para o Rio Cubatão, visando deter parte do produto que ainda restava no sistema de captação; limpeza das galerias, com a retirada do material contaminado; e teste de estanqueidade do tanque de armazenamento e das linhas de abastecimento das bombas.
No âmbito municipal, os responsáveis pelo Auto Posto estão sendo notificados pela Semam, para que o estabelecimento apresente um novo Laudo de Estanqueidade de seus reservatórios, independentemente das medidas administrativas que serão tomadas pela área de Fiscalização de Tributos da Secretaria de Finanças, caso se constate a existência de vazamento decorrente de falha operacional. Não foi determinada ainda a quantidade de produto que vazou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: