Barco com jornalistas vira entre Cubatão e SV

O que era para ser um momento importante nas ambições de Cubatão e São Vicente, que planejam implantar uma ligação hidroviária entre os municípios, acabou com um incidente envolvendo um grupo de jornalistas que cobriam o evento.

Nesta terça-feira (24), a Prefeita Marcia Rosa e o chefe do Executivo de São Vicente, Tércio Garcia, participaram de um passeio de inspeção de possíveis pontos que seriam usados no sistema de linhas hidroviárias entre os dois municípios, para transporte de trabalhadores do Polo Industrial cubatense, prevendo ligações intermodais (com outros tipos de meios de transporte), travessia regular para passageiros e exploração turística.

Durante a verificação do trajeto hidroviário entre Cubatão e São Vicente, na altura da Ponte Pênsil, já em território vicentino, uma das duas embarcações com jornalistas que cobriam o evento acabou tocando no barco onde estavam as autoridades. Os profissionais, assustados com o incidente, se deslocaram para um dos lados do equipamento, que acabou virando.

Dois integrantes do Corpo de Bombeiros que acompanhavam o evento salvaram os jornalistas, que não tiveram ferimentos. Houve perdas de materiais de trabalho (câmeras fotográficas e de vídeo) e objetos pessoais. Ambas as administrações municipais irão estudar como ressarcir os profissionais de imprensa.

Destaco a ação heroica do Secretário de Comunicação de São Vicente, Clóvis Vasconcelos, que mesmo na barca com as autoridades, pulou imediatamente na água, visando auxiliar na retirada dos colegas de imprensa.

Eu deveria estar neste barco que virou. Não fui porque a embarcação estava lotada. Fiquei na Náutica da Ilha junto com outros colegas repórteres de TV e de jornais, além de integrantes da assessoria de imprensa da Prefeitura. Acredito que houve um problema na questão dos coletes salva-vidas. Muitos colegas, antes de embarcarem, disseram que não sabiam nadar. Mesmo assim, os dispositivos foram deixados de lado.

Usar coletes é opcional, sim. Mas em uma embarcação aberta, como foi o caso de ontem, todo cuidado é pouco. Se o barco estivesse um pouco mais rápido, uma verdadeira tragédia teria acontecido. Que fiquem as lições deste triste e lamentável incidente e que o projeto de ligação hidroviária não seja esquecido diante do episódio desta terça-feira.

Abaixo, um vídeo exclusivo. Veja a chegada à Náutica da Ilha dos jornalistas que estavam no barco que virou. As imagens não foram editadas.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: